-Uma grande vitória na vida de Paulo Teixeira e esposa em 2007

      Cerca de dois anos atrás passamos por uma amarga experiência, com o falecimento de nosso tão esperado filho, o qual aguardávamos por alguns anos. Porém em 2007 o Senhor agraciou-nos com uma grande bênção – o nascimento de nossa filha Vitória.

      Como tudo aconteceu:

      Casamos em outubro de 1993 e quase dez anos esperamos em Deus um filho, pois a Leila, minha esposa, não conseguia engravidar.

vitoria.jpg

Vitória    

      Foram anos pedindo a Deus. Orávamos, chorávamos, insistíamos com Deus, mas a resposta não chegava.

     Um belo dia minha esposa fez um exame de rotina, quando descobriu que estava grávida. A notícia correu muito rapidamente, como um relâmpago, entre os parentes, amigos e irmãos. Deus estava cumprindo o desejo de nosso coração. Estávamos como os que sonham. E no dia tão esperado, 20 de junho de 2005, nasceu um lindo menino que recebeu o nome de Samuel.

     Aquele menino era especial. Ainda na maternidade todos queriam vê-lo, até mesmo os médicos e enfermeiros queriam saber quem era o bebê tão especial que havia nascido. Todos estavam comentando.

     Fomos para casa e vivíamos um verdadeiro sonho. Glorificávamos a Deus todos os dias pelo nascimento daquele bebê. Vivíamos nas nuvens. Todavia os planos de Deus não são os nossos. O Senhor já havia estabelecido algo para a vida daquela criança, que jamais imaginávamos.

     Após um mês e três dias, o Senhor recolheu o pequeno Samuel para as mansões celestiais.

     Foi uma surpresa que nunca poderíamos pensar que nos ocorreria, pois a criança era saudável e não apresentava problema algum aparentemente, e os resultados dos exames realizados durante a gravidez foram ótimos.

     Todos foram tomados por uma tristeza inenarrável, pois tinham acompanhado, no decorrer dos anos, nossa luta para ter um filho. Era como se não fosse realidade o que estava sucedendo.

     Lembro-me que na madrugada, enquanto o corpo do meu filhinho estava na geladeira fria aguardando o dia seguinte para o sepultamento, eu acordei do cochilo e o Senhor falou-me ao coração: “Meu servo esta é a surpresa que Eu disse que faria a você”. Reportei-me às palavras ditas a mim, por uma irmã, cerca de cinco meses antes do nascimento, de que Deus far-nos-ia uma surpresa. Na ocasião imaginamos tudo, menos esta surpresa ‘desagradável’ aos nossos olhos. Com esta lembrança feita pelo Senhor, desabamos em choro novamente.

     Após este episódio o Senhor nos socorreu e nos confortou e até hoje continua cuidando de nós. A Sua graça inundou nossos corações. O choro tomou conta de nós, mas o conforto proporcionado pelo Espírito Santo nos ajudou a caminhar e prosseguir na jornada.

     Passados dois anos deste acontecimento, dia 03 de julho de 2007, fomos agraciados pelo Senhor com o nascimento de nossa Vitória. Ela é muito linda, muito fofa, muito risonha. É uma verdadeira vitória.

     Só podemos render glórias a Deus por tão grande feito, neste ano, em nossas vidas.

     O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã.

     Louvado e engrandecido seja o Senhor por tudo o que tem feito.

     Grandes coisas fez o Senhor por nós e por isto estamos alegres (Salmo 126.3).

     São tantas bênçãos e tantos motivos que o Grande Deus tem realizado em nós. Uma noite seria pouco para render graças a Deus.

     Há dois hinos que também muito falaram aos nossos corações naqueles dias desérticos – “A FÉ” (cantado por Sérgio Lopes) e “ESPERANÇA” (cantado por Ana Paula Valadão):

     A FÉ 

     Quando a força te faltar,

     A coragem te deixar

     E as lágrimas banharem o teu rosto.

     E sentir a sensação de uma eterna solidão,

     Esperando um futuro que passou.

     É exatamente assim, quando tudo está no fim,

     Quando já sofremos tanto no deserto.

     Se tua força não puder te fazer ficar de pé,

     Esse é o momento do poder da fé.

     A fé só abre os mares, quando o momento chegar.

     A fé se manifesta, quando o limite da força acabar.

     A fé tem seu segredo, não se revela ao que tem medo,

     Mas ao que luta, até o momento da fé chegar.

                                      •••                 

     ESPERANÇA

     Quando estou só e o choro parece querer chegar

     E um sentimento de temor.

     Como será o amanhã que eu não vejo e quer me assustar,

     Oh, meu Deus! Ajuda-me a confiar. 

     Quando os sonhos se frustram ou parecem não se, quando as forças se acabam,

     Tudo o que eu sei é te adorar. 

     Quando as feridas no meu coração, não querem sarar

     E me atrapalham a visão. Tuas promessas são tão

     grandes e as lutas querem me esmagar, Oh, meu Deus!

     Ajuda-me a avançar.

     Tua presença me aquieta a alma e me faz ninar,

     Como um bebê que não precisa se preocupar.

     A minha vida escondida em tuas mãos está,

     Oh, meu Deus! Em Ti eu posso descansar.

     A esperança renasce e a certeza de que perto estás.

     Tua paz me invade, pois tudo o que sei é te adorar.

     É te adorar.

     Somos muito gratos a Deus por Sua mão de socorro está estendida sobre nós diuturnamente. Ele é Maravilhoso. É soberano. Louvado seja Seu nome para todo sempre. Amém !


Advertisements

0 Responses to -Uma grande vitória na vida de Paulo Teixeira e esposa em 2007

  1. Já coloquei esta benção em chamada no site do REVIFÉ.
    Deus é Fiel, aleluia !
    Bjs primo

Lewer kommentaar

Verskaf jou besonderhede hieronder of klik op 'n logo om in te teken:

WordPress.com Logo

Jy lewer kommentaar met jou rekening by WordPress.com. Log Out / Verander )

Twitter picture

Jy lewer kommentaar met jou rekening by Twitter. Log Out / Verander )

Facebook photo

Jy lewer kommentaar met jou rekening by Facebook. Log Out / Verander )

Google+ photo

Jy lewer kommentaar met jou rekening by Google+. Log Out / Verander )

Connecting to %s

%d bloggers like this: