-Casar nos tempos finais ?

      “Algumas pessoas têm aconselhado aos jovens cristãos que não se casem e aos casados que não tenham filhos neste mundo inseguro, uma vez que o Arrebatamento estaria próximo. Por isso, pergunto: (1) Faz sentido casar nos dias de hoje? (2) Sendo cristãos realistas, como podemos justificar a geração de filhos em um mundo tão cheio de guerras? Não questiono essas coisas apenas por mim mesmo mas pelo futuro dos filhos”.

      Resposta: Alegramo-nos em vê-lo preocupado com o desenrolar dos tempos finais e esperando pelo Arrebatamento juntamente conosco! Você também apresentou questões muito práticas, o que nos leva a crer que ama ao Senhor de todo o coração e deseja segui-lO com fidelidade.

      Você pergunta se ainda é aconselhável casar ou estabelecer uma família nos dias de hoje. Não podemos responder simplesmente dizendo “sim” ou “não”, pois essa é uma questão de direção pessoal. Foi o que disse o Senhor Jesus em Mateus 19.12: “Porque há eunucos de nascença; há outros a quem os homens fizeram tais; e há outros que a si mesmos se fizeram eunucos, por causa do reino dos céus. Quem é apto para o admitir admita.”

      Paulo escreve a Timóteo, seu filho na fé, que nos últimos tempos alguns iriam apostatar da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios. Uma das características do engano religioso seria proibir o casamento (por favor, leia 1 Timóteo 4.1-3). Mesmo que Paulo tenha escrito acerca da angústia na carne que pode advir do casamento (veja 1 Coríntios 7.28) – principalmente quando não está firmado no Senhor e quando Jesus não é o centro do relacionamento! –, ele não ordena o celibato. Por isso, ninguém deveria fazê-lo agora! Paulo estava cheio do Espírito de Deus e conhecia muito bem a fraqueza humana, pelo que escreveu à igreja de Corinto: “mas, por causa da impureza, cada um tenha a sua própria esposa, e cada uma, o seu próprio marido” (1 Co 7.2). Ao terminar de falar sobre o matrimônio, ele disse: “E isto vos digo como concessão e não como mandamento” (1 Co 7.6).

      Quando a direção divina conduz uma pessoa solteira ao casamento, e esse geralmente é o caso, uma vez que foi Deus quem estabeleceu o matrimônio, em princípio um casal normal deve ter filhos, pois isso corresponde à vontade de Deus (Gn 1.27-28). Conforme o Salmo 127.3, os filhos são herança e galardão de Deus. Por outro lado, é bem evidente que não é tarefa fácil ter filhos e criá-los nos caminhos do Senhor em um tempo como o nosso. Hoje a autoridade dos pais é minada pelos mais variados meios. A família, como forma de vida planejada por Deus, é cada vez mais questionada. O engano e a sedução crescem em todas as áreas. Por isso, a tarefa de educar filhos é nobre e sagrada. Para realizá-la, os pais salvos por Jesus contam com a oração, que tem muito poder quando feita de todo o coração.

      Sem menosprezar os problemas e os desafios trazidos pelo casamento e pelos filhos – que, naturalmente, nem sempre trazem –, devemos estar conscientes de que as dificuldades também podem resultar em bênçãos. A comunhão familiar serve, por exemplo, para impedir que o egoísmo e o orgulho espiritual cresçam desmedidamente. Os membros de uma família não podem fazer ou deixar de fazer o que bem entendem, e o relacionamento entre pais e filhos e entre irmãos conduz ao conhecimento próprio, pois em certos momentos cada um de nós chega aos seus limites.

      Precisamos estar conscientes de que a crescente operação do espírito anticristão neste mundo causará um aumento de sofrimentos e angústias para os crentes. Por natureza queremos sempre nos esquivar de tudo que é negativo e que possa afetar nosso bem-estar. Das igrejas na Macedônia, entretanto, Paulo disse: “porque, no meio de muita prova de tribulação, manifestaram abundância de alegria…” (2 Co 8.2). Em outra passagem, ele afirma: “Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação” (2 Co 4.17). Por essa razão, é vital que os filhos de Deus cultivem relacionamentos uns com os outros e se animem mutuamente a combater o bom combate da fé mesmo em tempos de adversidade!

      Seja qual for a direção de Deus para sua vida pessoal, desejamos que você deposite toda a sua confiança no Senhor – e você será muito abençoado! (Elsbeth Vetsch – http://www.chamada.com.br)

Fonte: www.chamada.com.br

Advertisements

Lewer kommentaar

Verskaf jou besonderhede hieronder of klik op 'n logo om in te teken:

WordPress.com Logo

Jy lewer kommentaar met jou rekening by WordPress.com. Log Out / Verander )

Twitter picture

Jy lewer kommentaar met jou rekening by Twitter. Log Out / Verander )

Facebook photo

Jy lewer kommentaar met jou rekening by Facebook. Log Out / Verander )

Google+ photo

Jy lewer kommentaar met jou rekening by Google+. Log Out / Verander )

Connecting to %s

%d bloggers like this: