-Evangélicos representam 35% dos capixabas. Esperamos que este crescimento não seja apenas quantitativo, mas também qualitativo.

Católicos ainda são maioria, mas evangélicos já representam 35% dos capixabas

A religião católica ainda é predominante no Espírito Santo, embora tenha perdido adeptos para outras denominações. Entre os evangélicos, a igreja que mais se destaca é a Assembléia de Deus. Os dados são de pesquisa realizada pelo Instituto Futura, em parceria com a rádio CBN. Os católicos representam 45% entre os entrevistados.

As denominações evangélicas reúnem 35% dos fiéis. A pesquisa mostra também que cerca de 60% dos que se disseram evangélicos já pertenceram à igreja Católica.

A Assembléia é seguida por 13% das pessoas consultadas. Em seguida vem a Maranata, com 8%. A igreja Batista vem em terceiro lugar, com 5%. Já a igreja Universal do Reino de Deus, aparece em 11º lugar, com 0,64% de participação entre os entrevistados.

O número de católicos tem diminuído. Em 2004,o percentual dos que diziam pertencer à igreja Católica era de 51%; em 2005 caiu para 49%, índice que manteve em 2006; em 2007 o percentual era de 47%.

Em contrapartida, a Assembléia de Deus foi a que mais cresceu neste quesito. Em 2004 a denominação era a escolhida por 8% dos entrevistados; em 2005 houve uma queda de 2%, mas já em 2006, o percentual subiu para 10%, índice que manteve em 2007.

Independentemente da denominação, para 39% dos entrevistados, a religião é fundamental. Para 55% é importante ou muito importante e 95% acreditam na “existência de um Deus ou alguma força superior”.

Entre os municípios da região metropolitana, a igreja Católica tem maior influência na capital, para 48% dos moradores consultados, enquanto a Assembléia de Deus tem mais fiéis na Serra, com16%.

Participação

A pesquisa Futura ainda questionou os entrevistados, de todas as denominações, sobre a freqüência com que costumam ir à igreja. A maioria, 25%, diz que faz isso uma vez por semana; 28% disseram comparecer aos cultos ou missas. Mas 23% confessaram não participar de nenhum evento ou encontro das denominações a que pertencem.

Além de comparecer aos cultos e missas, os capixabas também disseram se realizam algum trabalho religioso em suas comunidades ou em outras. O percentual dos que não participam de nenhuma atividade é de 70%.

De acordo com a pesquisa os mais esquivos são os moradores de Vitória, com ensino superior, pertencentes às classes A e B e à igreja Católica. Entre os que responderam sim ao questionamento, estão os 5% que realizam visitas a doentes e os 3% que participam de missões.

Destino e milagre

A fé dos capixabas também influencia o posicionamento quanto ao que define os acontecimentos da vida. Para 60% dos entrevistados, a vida é planejada por Deus, pelo destino. Já 33% acreditam no livre-arbítrio.

Para eles, cada um faz suas próprias escolhas. Mas o percentual dos que têm fé na intervenção divina para realizar coisas aparentemente impossíveis é expressivo. 83% dos entrevistados acreditam em milagres.

A pesquisa do Instituto Futura foi realizada nos dias 28 e 29 de fevereiro nos municípios da Grande Vitória, considerando Vitória, Serra, Cariacica e Vila Velha. A margem de erro é de 4,9 pontos percentuais para mais ou para menos. Para conferir a pesquisa completa, basta acessar o endereço www.futuranet.ws.

Fonte: Jornal Gazeta On Line

Advertisements

Lewer kommentaar

Verskaf jou besonderhede hieronder of klik op 'n logo om in te teken:

WordPress.com Logo

Jy lewer kommentaar met jou rekening by WordPress.com. Log Out / Verander )

Twitter picture

Jy lewer kommentaar met jou rekening by Twitter. Log Out / Verander )

Facebook photo

Jy lewer kommentaar met jou rekening by Facebook. Log Out / Verander )

Google+ photo

Jy lewer kommentaar met jou rekening by Google+. Log Out / Verander )

Connecting to %s

%d bloggers like this: